Radial Transporte
Radial Transporte

PM de folga atira da sacada de casa e mata mulher de 20 anos em Poá

Manifestantes inconformados com a morte da jovem queimaram e apedrejaram ônibus na região

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

03 Julho 2018 | 14h40

SÃO PAULO - Um policial militar, de 21 anos, que estava de folga, matou uma jovem, de 20 anos, ao atirar da sacada de sua casa, na madrugada de segunda-feira, 2, no jardim Madre Ângela, em Poá, região metropolitana de São Paulo. O namorado da vítima, de 19 anos, também foi baleado nas costas e sobreviveu.

No momento que foi alvejado, o casal estava em uma moto. Brenda Lima de Oliveira foi atingida no peito e morreu na hora e o namorado foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos.

+++ Soldado da PM pede afastamento após veiculação de vídeo em que beija outro homem

O PM contou à polícia que estava sofrendo ameaças desde uma operação realizada no dia 28 de junho, próximo a sua residência, que resultou em diversas prisões. Após essa data, o PM disse que passou a observar um casal que, segundo ele, ficava rondando sua casa e olhando para o imóvel.

O PM relatou à policia que, no domingo, 1º, ouviu gritos e ameaças de morte. Ele contou que, por volta das 22h, uma bomba foi arremessada para dentro de sua casa. Também em depoimento, ele alegou que, ao observar as câmeras de segurança de sua residência, viu que uma moto passou pela sua rua e um dos ocupantes teria feito menção de sacar algo da cintura. Diante disso, o PM contou que atirou e acertou os ocupantes da motocicleta.

+++ Celular explode no bolso e fere usuário no interior de SP

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que a Delegacia de Poá instaurou inquérito para investigar o caso. O boletim de ocorrência foi registrado como homicídio simples. A Polícia Militar acompanha as investigações.

Protestos

Inconformados com o caso, manifestantes protestaram contra a morte de Brenda Lima de Oliveira. Eles fecharam algumas ruas do bairro e incendiaram e apedrejaram dois ônibus no Jardim São José na tarde desta segunda-feira. Com isso, as linhas municipais 12 e 13 e as intermunicipais 589, 481, 026, 337 e 328 deixaram de circular.

+++ Pela sétima vez, muro de vidro da USP amanhece quebrado

A Radial, empresa responsável pelo transporte coletivo na cidade, informou que, por causa da falta de segurança, os ônibus municipais estão sem rodar nesta terça e as linhas intermunicipais trafegam até Nova Poá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.