Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

70 parques da cidade de SP retomam horário normal para dias úteis na segunda

Ainda não há previsão para reabertura dos demais 38 parques e funcionamento em feriados e fim de semana

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2020 | 13h25
Atualizado 24 de agosto de 2020 | 09h42

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou na sexta-feira, 21, a retomada dos horários tradicionais de funcionamento dos 70 parques municipais abertos durante os dias úteis. A medida passa na valer nesta segunda-feira, 24,  e não abarca feriados e fins de semana, para evitar possíveis aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus. Os demais 38 parques ainda não têm data de retomada.

O prefeito citou que o Parque do Ibirapuera chegava a reunir até 100 mil pessoas nos sábados e domingos. "A Vigilância Sanitária e o Município entendem que ainda não é o momento de liberar aos finais de semana, disse em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. “Lembrando ainda estamos no momento de pandemia, a quarentena permanece na cidade de São Paulo apesar da flexibilização”, ressaltou. 

O Ibirapuera, na zona sul, por exemplo, funcionará das 5 horas à meia-noite, enquanto o Parque do Povo, também na região sul, permanecerá aberto das 6 horas às 22 horas. A maioria dos parques receberão os frequentadores entre as 6 horas e as 18 horas.

Ao todo, são 59 parques urbanos e lineares (que ficam nas margens de cursos d'água), cinco parques naturais e seis áreas de preservação. Dentre os parques que seguem fechados, estão o Trianon e o Mário Covas, na Avenida Paulista, e a Casa Modernista, na zona sul.

A decisão não abrange o programa Ruas Abertas, que inclui a Paulista Aberta, e o Parque Minhocão.  Dos 70 parques, foram realizadas marcações de distanciamento nos gramados do Ibirapuera, do Povo, do Burle Marx, também na zona sul, e do Carmo, na zona leste. A proposta é criar “bolhas” de convivência para indivíduos e pequenos grupos e, assim, evitar aglomerações e contato com pessoas de outros círculos sociais.

Veja lista dos parques reabertos:

Jardim da Luz;

Aclimação;

Independência:

Buenos Aires:

Ibirapuera;

Cemucam;

Alfredo Volpi;

Carmo;

Piqueri;

Vila dos Remédios;

Anhanguera;

São Domingos;

Raposo Tavares;

Lions Clube Tucuruvi;

Raul Seixas;

Santa Amélia;

Burle Marx;

Eucaliptos;

Chácara das Flores;

Tiquatira – Eng. Werner Zulauf;

Ipiranguinha;

Trote;

Parelheiros;

Povo – Mario Pimenta Camargo;

Vila Prudente – Ecológico Prof. Lydia Natalízio Diogo;

Rapadura;

Itaim;

Fogo;

São José;

Sapé;

Água Vermelha;

Aricanduva:

Vila do Rodeio:

Consciência Negra:

Jardim Sapopemba;

Sena:

Ten. Brig. Faria Lima:

Juliana de Carvalho Torres – Cohab Raposo Tavares;

Zilda Arns;

Lajeado – Izaura Pereira Franzolin;

Canivete;

M’Boi Mirim;

Barragem de Guarapiranga;

Ciência;

Mongaguá;

Rio Verde;

Ribeirão Caulim;

Ribeirão Cocaia;

Cantinho do Céu;

Sete Campos;

Jardim Prainha;

Guabirobeira – Mombaça;

Jardim da Conquista;

Ribeirão Oratório;

Sapopemba (Aterro);

Feitiço da Vila;

Chácara do Jockey;

Jardim das Perdizes;

Parque Nair Bello;

PNMs Jaceguava;

Itaim; 

Fazenda do Carmo;

Varginha;

Bororé;

PNM Cratera de Colônia;

Reserva do Morumbi;

Quississana;

Ecológico de Campo Cerrado Alfred Ústeri;

Savoy City;

Altos da Baronesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.