Carlos Nader/divulgação
Carlos Nader/divulgação

Zoológico de São Paulo ganha filhotes de cisne e gavião-de-penacho

Cisne-de-pescoço-preto não se reproduzia havia quatro anos na unidade

O Estado de S. Paulo

27 Agosto 2012 | 14h15

São Paulo, 27 - O Zoológico de São Paulo, na zona sul da capital paulista, ganhou quatro moradores raros entre junho e agosto deste ano. Entre os dias 15 e 17, nasceram três filhotes de cisne-de-pescoço-preto, espécie que não se reproduzia havia quatro anos no zoo. Um mês antes, um filhote de gavião-de-penacho surgiu, apenas o sétimo desde 2005.

Os filhotes de cisne nasceram após 35 dias de incubação e estão sendo criados artificialmente por técnicos do setor de aves, que fazem acompanhamento diário de peso e do desenvolvimento do animal. A espécie, natural do sul do País, tem como habitat lagos e pântanos e se alimenta de vegetais, larvas e invertebrados aquáticos.

Já o gavião-de-penacho, batizado como Hermes, nasceu depois de 44 dias de incubação. A espécie, segundo o zoo, vive em florestas tropicais úmidas de até 3 mil metros de altitude e está criticamente ameaçada de extinção em vários estados do País. A caça e o desmatamento são os principais fatores de risco.

Zoológico. Aberto em 1958, o Zoológico de São Paulo está localizado em uma área de 824, 5 mil metros quadrados de Mata Atlântica, onde há nascentes do rio Ipiranga. Cerca de 3 mil animais estão em exibição, entre mamíferos, aves, répteis, anfíbios e invertebrados.

Serviço. O parque fica na Avenida Miguel Estéfano, 4241, Água Funda. As visitas ocorrem de terça a domingo, das 9h às 17h (a bilheteria fecha às 16h30). O ingresso custa R$ 17 para adultos. Crianças de até 4 anos e idosos acima de 60 não pagam entrada. Crianças de até 12 anos pagam R$ 6,50 e há meia-entrada para estudantes.

Mais conteúdo sobre:
cisnegavião. zoológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.