Zona leste terá corredor de ônibus direto para o centro

A nova linha terá um 'corredor virtual' e deve diminuir o tempo de viagem, de 15 a 35 minutos

Camila Riggi, de O Estado de S. Paulo,

28 de janeiro de 2008 | 19h42

A partir desta terça-feira, 29, quem for de ônibus da zona leste rumo ao centro da cidade poderá usar uma linha expressa que sairá dos terminais A.E. Carvalho, Penha e Aricanduva com destino ao Parque D. Pedro II. A nova linha deve diminuir o tempo de viagem, de 15 a 35 minutos.   Porém, para viabilizar o "corredor virtual", os motoristas que circulam nas Avenida Celso Garcia e Rangel Pestana contarão com uma faixa a menos em alguns pontos. A restrição será nos horários de pico da manhã, entre 6 e 8 horas, e da tarde, das 17 às 20 horas.   "Pode gerar um tráfego maior nos primeiros dias de operação. Agora, se nós verificarmos como é o tráfego de nesses horários, nessas vias, vamos ver que já é extremamente parado. Por isso, não acreditamos que tenha grande repercussão", disse o secretário municipal de Transporte, Alexandre Moraes.   A decisão das autoridades municipais teve como base uma pesquisa realizada em novembro de 2007 com os 150 mil usuários dos três terminais da zona leste. Segundo Moraes, 70% dos entrevistados afirmaram que gostariam de um ônibus que fosse direto até o centro.

Tudo o que sabemos sobre:
são pauloônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.