Zona Azul Vertical vai ampliar vagas para 64 mil em SP

Prefeitura planeja a construção de 64 garagens através de concessão de até 30 anos para iniciativa privada

estadao.com.br,

25 Novembro 2009 | 13h23

A Prefeitura de São Paulo apresentou nesta quarta-feira, 25, o projeto de Zona Azul Vertical para ampliar o número de vagas de estacionamento na cidade de 34,5 mil para 60 mil. O prefeito Gilberto Kassab e o secretário dos Transportes, Alexandre Moraes, afirmaram que o projeto visa atender à demanda de carros assim como manter a fluidez do trânsito, já que os veículos antes estacionados nas ruas estarão em áreas próprias.

 

O edital que definirá o projeto será publicado ainda nesta semana no Diário Oficial do Município. As 64 garagens, subterrâneas ou em edifícios, ficarão espalhadas em pontos estratégicos da cidade, próximos de terminais de ônibus e estações de metrô e trem, para que haja integração com o transporte público. A estimativa é que cada estacionamento cerca de 400 vagas.

 

Através de licitação, a Prefeitura vai escolher as empresas que vão explorar os 10 lotes de implantação da Zona Azul Vertical por um período de até 30 anos. Esses lotes estão em regiões dentro do minianel viário e de Itaquera, Ipiranga, Brooklin e Santo Amaro.

 

Os interessados deverão apresentar projetos para todos os dez lotes com parâmetros para a modelagem econômico-financeira e jurídica, com cronograma de implantação, estudos do tráfego na região afetada pelo empreendimento e levantamentos de fluidez na região afetada pelo empreendimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.