Zeppelin é recebido com festa no Recife

Governador de Pernambuco decretou feriado e 15 mil pessoas foram às ruas ver o gigantesco dirigível

Rose Saconi, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2010 | 00h00

O dirigível alemão Zeppelin chegou ao Recife em 22 de maio de 1930. Era sua primeira viagem à América Latina e o "charuto prateado" foi recebido com festa na cidade.

O governador Estácio Coimbra decretou feriado. No palanque armado em Jequiá, o secretário particular do governador, o escritor Gilberto Freyre, foi o cicerone. O Recife recebeu visitantes de todo o Brasil e jornalistas de todo o mundo.

Navios apitaram no porto, cerca de 2 mil carros fizeram um buzinaço e 15 mil pessoas esperavam o espetáculo.

O Zeppelin chegou por volta das 18h30. "A emoção foi enorme, redobrando de intensidade as aclamações, os vivas e os aplausos mais intensos quando se notou a bela nau aérea toda iluminada evoluindo sobre a cidade. Trazia desfraldadas as bandeiras do Brasil e da Alemanha", descreveu o Estado.

A viagem do Conde Zeppelin - uma das 590 ao redor do mundo - havia começado quatro dias antes, em Friedrichshaven, na Alemanha. Era a primeira vez que um dirigível cruzava a linha do Equador e com isso foi iniciado o serviço de correio aéreo.

Origem do nome. Os dirigíveis ficaram conhecidos à época como zepelins em homenagem ao alemão que primeiro os projetou, o conde e general reformado Ferdinand von Zeppelin. O que pousou no Recife tinha 235 metros de comprimento, 30 metros de diâmetro máximo, pesava 58 toneladas e podia chegar a uma velocidade máxima de 128 quilômetros por hora.

Três dias depois, o Zeppelin chegou ao Rio. A subida do dirigível foi um espetáculo inesquecível para a população carioca, conforme descreveu a edição do dia 27 de maio do Estado. "Quando voava sobre o mar, banhado pela claridade deslumbrante do sol, a sombra do seu perfil refletia-se no espelho das águas e, nessa ocasião, era a imagem de um peixe gigantesco que ocorria ao olhar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.