Zarattini nega participação do PT em confronto entre policiais

Governador José Serra culpou o partido, a CUT e a Força Sindical pelo conflito entre PM e civis no Morumbi

Carolina Ruhman, Agência Estado

16 de outubro de 2008 | 19h38

O coordenador da campanha de Marta Suplicy (PT) à Prefeitura de São Paulo, deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP), refutou as acusações do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), de que haveria "motivações eleitorais" por trás do confronto entre policiais civis em greve e a Polícia Militar. Veja também:Serra não teve tato político para evitar conflito, diz líder do PTProtestos nos arredores da sede do governo de SP são proibidosHospitais atenderam 17 feridos em confronto entre políciasTarso é evasivo ao comentar confronto das polícias em SP'Serra joga nas nossas costas problema que é dele', diz PT-SP Força Sindical repudia confronto entre PM e Polícia CivilGaleria de fotos do conflito no Morumbi  Antes da manifestação, Serra disse que 'não negocia com greve'   Todas as notícias sobre a greve    "Não tem nenhuma participação nem da nossa campanha e nem do Partido dos Trabalhadores neste movimento", disse Zarattini à Agência Estado. Ele enfatizou que a campanha salarial dos policiais civis já dura mais de um mês e a eclosão do confronto, a dez dias do segundo turno, não tem relação com a eleição. "É um movimento sindical", enfatizou. "Isso foi claramente articulado, instrumentalizado, com essa perspectiva político-eleitoral", acusou o governador, citando o PT, a Força Sindical e seu presidente, o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT), o Paulinho. "Tem manipulação política", disse, durante entrevista para o programa Brasil Urgente, da Rede Bandeirantes. Serra apóia o candidato do DEM, o atual prefeito Gilberto Kassab, que está 12 pontos porcentuais à frente da adversária do PT, Marta Suplicy, segundo pesquisa Ibope divulgada na quarta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
grevepoliciais civisconfrontoPM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.