Carlo Allegri/Reuters
Carlo Allegri/Reuters

Yoko Ono convoca brasileiras a enviarem relatos de violência

Em exposição no Instituto Tomie Ohtake, artista vai exibir depoimentos e fotografias de mulheres que sofreram abuso no ambiente doméstico

O Estado de S.Paulo

13 Março 2017 | 12h59

SÃO PAULO - Em um texto em primeira pessoa, Yoko Ono lançou uma convocatória pedindo relatos de brasileiras que sofreram abuso doméstico. A proposta da artista japonesa é reunir os depoimentos na exposição O céu ainda é azul, você sabe..., com abertura no dia 1º de abril no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. 

A proposta integra a instalação Emergir, criada em 2013, na qual Yoko reúne fotografias dos olhos e relatos de mulheres que sofreram violência no ambiente doméstico. Para participar, basta enviar um depoimento para o e-mail estamosemergindo@gmail.com ou para o número de WhatsApp (11) 98900-6773.

"Escreva seu depoimento em suas próprias palavras e descreva-o da melhor forma que encontrar. Você pode assinar seu nome, se quiser, mas não use seu nome completo. (...) Espero muito que participem. Yoko Ono. Março, 2017."

Com curadoria do crítico islandês Gunnar B. Kvaran, a exposição trará 65 obras da artista, criadas a partir de 1955 e todas voltadas à interação entre o espectador e a arte. Segundo o Instituto Tomie Ohtake, a viúva de John Lennon ainda não confirmou se estará presente na abertura da mostra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.