Xuxa revela na TV ter sofrido abuso sexual até os 13 anos

Após dizer que entende crianças que passaram por isso, apresentadora se emociona ao lembrar dos casos que enfrentou

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2012 | 03h01

A apresentadora Xuxa Meneghel, de 49 anos, disse ontem ao Fantástico, da Rede Globo, que foi abusada sexualmente durante a infância e o começo da adolescência. "Com 13 anos foi a última vez", declarou. Segundo ela, os abusos ocorreram "várias vezes" e seu pais não foram avisados porque ela tinha medo de contar.

"Tinha medo de falar para o meu pai e meu pai achar que era eu que estava fazendo isso, porque uma vez foi com o melhor amigo dele, o cara que queria ser meu padrinho. Eu não podia falar com a minha mãe, porque uma das vezes foi com o cara que ia casar com a minha avó, mãe dela. Então a errada era eu? Eu não sabia o que era. E os professores. O professor chegou para mim e falou: 'Não adianta você falar porque entre a palavra de um professor e um aluno eles vão acreditar no professor.' E até hoje, se você me perguntar, ainda acho que foi por minha culpa", relatou.

A revelação foi feita no quadro O que vi da vida, no qual personalidades fazem um apanhado de sua história. O depoimento de Xuxa durou 25 minutos. O assunto foi detalhado quando a apresentadora falava sobre suas ações com crianças moradoras de rua. Ela disse ter ouvido histórias de crianças que foram para as ruas para fugir de abusos sexuais e disse que sabia o que elas tinham passado. "Eu fui abusada. Eu sei o que é, o que uma criança sente. A gente sente vergonha, a gente não quer falar sobre isso, acha que a gente é culpada", disse. "Tinha vergonha, me calava, me sentia mal, me sentia suja. Se não tivesse o amor da minha mãe, teria ido embora."

Xuxa disse que não lembra quando aconteceu o primeiro caso. "Não lembro direito, porque era muito nova. Me lembro do cheiro, tinha cheiro de álcool e eu não sei quem foi. Depois, aconteceram muitas vezes."

Xuxa chorou várias vezes durante o depoimento e disse que se questionava se isso acontecia por algo que ela tinha, ou pelo modo como se vestia. "Pelo fato de eu ser muito grande, (pelo fato de) eu chamar a atenção."

Xuxa não disse se chegou a procurar a polícia ou buscou outras formas de punir as pessoas que abusaram dela nem comentou se o assunto foi discutido com os pais mais tarde. "O cara, o adulto, o homem, a mulher, a pessoa que faz isso sabe o que faz. Mas a criança não", afirmou, acrescentando que os pais poderiam ter notado que, às vezes, ela ficava calada após os abusos.

Durante a entrevista, a apresentadora ainda falou sobre seus relacionamentos passados, como com o jogador de futebol Pelé e o piloto Ayrton Senna - que ela disse ter sido o grande amor de sua vida. Ainda abordou a dificuldade de encontrar companheiros atualmente, disse que não se acha bonita e relacionou esse sentimento aos abusos sofridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.