Votação do Plano Diretor fica para o 2º semestre

Prevista para acontecer ontem, a votação do Plano Diretor Estratégico da capital paulista foi adiada pelos vereadores para o semestre que vem. A falta de consenso sobre os artigos que determinam como será a ocupação dos bairros nos próximos dez anos e o excesso de projetos na pauta da Câmara são apontados como as principais causas para a mudança de data.

Tiago Dantas, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2010 | 00h00

O assunto foi discutido ontem à tarde durante uma reunião das lideranças partidárias. Nada foi decidido, segundo o vereador José Américo (PT). Antes de entrar em vigor, o projeto de lei precisa ser aprovado em duas votações na Câmara. O atual Plano Diretor, de 2002, vale até 2012.

Até a Copa do Mundo atrasou, indiretamente, a votação. Um ato da Mesa Diretora determina que não haja expediente em dias de jogos da seleção brasileira. A Câmara deve entrar em recesso em 1.° de julho, após a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, em discussão nesta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.