Voo da TAM têm problemas em Cumbica

Suposto problema em motor e falta de aeronave causam transtornos a passageiros de voo da TAM em Cumbica

Ricardo Valota, estadão.com.br,

29 de agosto de 2009 | 03h12

Passageiros do voo 3500, da TAM, que deveria ter deixado às 21h15 desta sexta-feira, 28, o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica/Guarulhos, com destino a Recife(PE), aguardaram até as 2h30 deste sábado, 29, dentro da aeronave, na pista do aeroporto, para decolar rumo à capital pernambucana.

 

Entre os passageiros há um grupo de jovens que participou de um congresso em Porto Alegre(RS) e que deveria ter embarcado no voo das 15 horas, mas, por causa dos atrasos decorrentes do fechamento do aeroporto até as 10 horas nesta sexta-feira, em razão do forte nevoeiro da manhã, o grupo foi jogado para o voo 3500.

 

"Metade dos passageiros, depois da autorização do comandante, resolveu abandonar a aeronave e foi embora andando pela pista. O problema ocorreu no motor da aeronave segundo o comandante e não há outro avião. Agora fomos informados que resolveram o problema no motor. Há um 'mar de malas' na pista. É surreal. Estão separando a bagagem de quem deixou a aeronave da bagagem de quem permaneceu no avião", relatou a engenheira Maria Antonia Sabadell, que viaja a trabalho para Recife.

 

Ainda, segundo a engenheira, também está entre os passageiros do voo 3500 uma médica, cuja irmã se locomove de cadeira de rodas, faz tratamento de quimioterapia em São Paulo e, sem o acompanhamento da médica, foi embarcada num voo da tarde e seguiu sozinha para Recife. A médica, mesmo com passagem reservada para o voo da tarde, não entrou na aeronave por falta de poltrona disponível e só ficou ciente da situação da irmã quando esta já estava dentro do avião.

 

O serviço do carrinho (lanche e água) foi autorizado em terra pelo comandante duas horas antes da aeronave decolar, segundo Maria Antonia. Entre os passageiros que abandonaram a aeronave e acabaram não decolando para Recife estaria, segundo a engenheira, Dom José, arcebispo emérito de Olinda e Recife.

 

A reportagem do estadao.com.br entrou em contato por telefone com a Assessoria de Imprensa (AI) da TAM às 2h10 deste sábado, mas, segundo a assessora, que não tinha sido informada pela empresa sobre o que ocorria em Cumbica, não havia previsão para um retorno referente à confirmação e até mais informações a respeito do atraso no voo 3500.

 

N e v o e i r o - O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica/Guarulhos, ficou fechado na manhã desta sexta-feira, 28, por quase quatro horas segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). De acordo com a Infraero, 47 voos foram alternados para outros aeroportos, no período da meia-noite até as 9h30. Os pousos foram desviados para os aeroportos do Galeão, no Rio, Viracopos, em Campinas, para Ribeirão Preto, ambos no interior de São Paulo, e para Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Tudo o que sabemos sobre:
TAMCUMBICAPROBLEMAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.