Voo cancelado e transtornos

TAM - DESCASO COM PASSAGEIROS

O Estado de S.Paulo

26 de junho de 2012 | 03h04

Após habitual atraso em Brasília, embarquei em voo da TAM para São Paulo. Ficamos duas horas dentro do avião sem notícias, até que tivemos de desembarcar. Começou então a sucessão de filas por causa do cancelamento. A primeira era para remanejamento de voos para o dia seguinte. Depois esperamos mais de meia hora pelo transporte ao hotel. A terceira fila foi no check-in do hotel, que foi feito só depois da meia-noite. Sem contar a desinformação da equipe da TAM. Para piorar, a comida e as acomodações do hotel eram péssimas! No quarto havia insetos e manchas que pareciam de sangue na parede! Às 6h20, depois de pagar R$ 15 pelo café da manhã, a van não apareceu para nos levar ao aeroporto e tivemos de pegar táxi! Como fica meu prejuízo, já que tive de desmarcar todos meus pacientes? E os outros passageiros?

DANIELA PEDROSO / SÃO PAULO

A TAM explica que o voo foi cancelado por causa do mau tempo em São Paulo. Ressalta que a aviação está suscetível a inúmeros fatores externos, que obrigam à reprogramação de voos, nem sempre com a antecedência necessária. Nesses casos, a companhia reacomoda os clientes nos próximos voos e oferece hospedagem, alimentação e transporte. O comentário da leitora será averiguado pela gerência.

A leitora reclama: A resposta não é nada satisfatória. A questão crucial foi a desinformação e o descaso do pessoal da TAM. A companhia não me parece disposta a ressarcir de modo adequado os direitos feridos dos consumidores.

AES ELETROPAULO

Atendentes desinformadas

Em 6/6 houve um estouro no transformador em frente ao meu prédio e, logo em seguida, faltou luz no edifício. Às 12h30 do mesmo dia, ainda sem luz no prédio, houve outro estouro. No dia seguinte, a máquina de lavar roupa não funcionou e, no prédio, várias luzes queimaram por causa do transformador. Liguei na AES Eletropaulo para reclamar e solicitei o reparo na máquina. Para isso, teria de aguardar dez dias para que a Eletropaulo me indicasse uma autorizada para o conserto. Perguntei se dariam uma máquina substituta ou se pagariam lavanderia e a atendente disse que não. Como ficar sem máquina por mais de 30 dias por causa de um problema na rede elétrica?

VALDIR PRICOLI / SÃO PAULO

A AES Eletropaulo informa que o cliente não solicitou pedido de indenização pelos canais da distribuidora. O procedimento de solicitação de Pedido de Indenização por Danos Elétricos (PID) determina que as indenizações se restrinjam ao dano elétrico de equipamentos. Para solicitar o PID, o cliente encontra o formulário no site da concessionária e nas lojas de atendimento. Ressalta que a indenização ocorre após análise técnica e confirmação de que o dano foi causado pela rede elétrica.

O leitor critica: Por que essa informação não me foi dada, quando liguei na Eletropaulo? A funcionária, em vez disso, indicou o jeito mais difícil e mais longo. As atendentes precisam estar preparadas para informar o caminho certo ao cliente.

CHÁCARA SANTO ANTÔNIO

Rua sem sinalização

Escrevo para cobrar providências da CET, uma vez que já reclamei outras duas vezes nos últimos oito meses e nada foi feito até agora, sendo enviadas apenas respostas evasivas da companhia. Trata-se da Rua José Vicente Cavalheiro, na Chácara Santo Antonio, entre as Ruas Américo Brasiliense e Fernandes Moreira. A rua em questão apresenta mão única em sua totalidade. Porém, desde o ano passado, uma lanchonete situada na esquina da Rua José Vicente Cavalheiro e Rua Fernandes Moreira realizou reforma da calçada e retirou a placa indicativa da mão de direção (contramão) e jamais a recolocou. Tal fato provoca trânsito, discussões, risco iminente de acidentes e atropelamentos, principalmente na confluência com a Rua Américo Brasiliense. Solicito à CET que informe o prazo definitivo (e não estimado) para recolocação da referida placa (se é que algum dia ela será recolocada).

CARLOS ROBERTO PIANOSI

/ SÃO PAULO

A CET informa que o projeto que prevê a reposição da placa de advertência de sentido único de direção nas Ruas José Vicente Cavalheiro com Fernandes Moreira já foi encaminhado para a área de sinalização e será executado pela CET de acordo com o cronograma de serviços da companhia.

O leitor relata: Até agora a placa ainda não foi recolocada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.