Voo atrasa após homem tentar levar munição

Um voo da Gol atrasou duas horas na noite de anteontem em Salvador, depois que um passageiro tentou embarcar com uma quantidade de munição acima da permitida. O cliente foi orientado a despachar o excesso de munição e, depois que o procedimento foi realizado, a companhia liberou o embarque para o Rio. A empresa lamentou o desconforto e afirmou "que não abre mão da segurança".

O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2012 | 03h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.