Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Voluntários 'adotam' idosa cuidadora de 70 cães e gatos no interior

Serviço de zoonoses de Salto de Pirapora havia ameaçado interditar casa de dona Carmem Rosa por causa de sujeira e acúmulo de lixo

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

02 Dezembro 2015 | 14h35

SOROCABA - Um grupo de moradores de Salto de Pirapora, no interior de São Paulo, decidiu "adotar" uma idosa de 72 anos e seus 70 cães e gatos. Dona Carmem Rosa vinha tendo dificuldade para manter os animais que recolhia nas ruas da cidade, após serem abandonados pelos donos. O serviço de zoonoses do município ameaçou interditar a casa por causa da sujeira e do acúmulo de lixo.

Os voluntários se mobilizaram através das redes sociais e realizaram um mutirão para limpar a casa. Integrante do grupo, a veterinária Carolina Gutierres Pellizzer examinou os animais e separou quatro cães que estão em pior situação de saúde. Uma cachorra foi submetida à cirurgia para retirada de um tumor da mama.

"Todos estão com alguma doença decorrente das precárias condições de higiene. Estamos fazendo o tratamento e depois vamos selecionar os que devem ser submetidos à castração", afirmou a veterinária.

Parte dos cães será oferecida em adoção, mas alguns animais vão continuar na casa de dona Carmem. "Ela é uma pessoa boa e gosta dos animais, então vamos ajudá-la com ração e assistência", disse Carolina. 

O grupo trabalhou vários dias para retirar lixo e entulho acumulados na casa. A prefeitura providenciou duas caçambas para que o material fosse descartado. Segundo ela, ainda há muito material a ser retirado. "Precisamos de mais braços para esse trabalho", disse.

Os voluntários conseguiram ração para os bichos e cinco cestas básicas para a mulher, que sobrevive com a aposentadoria de um salário mínimo. "Ela é tão generosa que ficou com apenas com uma cesta, distribuindo as demais para outras famílias necessitadas", contou a veterinária.

Uma psicóloga que também integra o grupo tenta convencer dona Carmem a aceitar que parte dos animais seja adota por outras famílias. 

O grupo lançou na rede social Facebook a página "Abrigo da Dona Carmem" para ampliar a mobilização. A página será também um canal para a adoção dos animais - 50 cães, 15 gatos e 5 filhotes. De alguns, dona Carmem já avisou que não abre mão, por isso a turma vai construir um canil em sua casa, que tem terreno grande. "Ela quer fazer o melhor para eles, e a gente vai ajudar", disse Carolina.

Mais conteúdo sobre:
São PauloFacebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.