LUIS MOURA
LUIS MOURA

Volta para casa do feriado de Tiradentes tem lentidão e chuva

Rodovias registraram pontos de parada; na Raposo Tavares, motorista entrou na contramão, bateu em dois carros e feriu sete

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

21 Abril 2015 | 20h54

SOROCABA - O grande número de veículos e as chuvas que caíram na tarde desta terça-feira, 21, em quase todas a regiões do Estado deixaram as estradas congestionadas na volta do paulistano para a capital. De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), porém, até as 18 horas, apesar dos vários pontos de lentidão, o trânsito fluía bem nas principais rodovias estaduais.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, mesmo com a operação subida ao longo de toda a tarde, houve lentidão por causa do tráfego intenso e da chuva, com queda de visibilidade. Foi registrado pelo menos um acidente na Imigrantes. Pancadas fortes de chuva também causaram lentidão na Ayrton Senna, e o trânsito chegou a parar na região de Mogi das Cruzes. 

Na Rio-Santos, além das chuvas, os motoristas enfrentam em alguns trechos rajadas de vento e alagamentos. Na Rodovia dos Tamoios, que liga o litoral norte ao planalto, a pista também estava molhada em alguns trechos e na serra havia intensa neblina. Situação semelhante foi enfrentada na Rodovia Oswaldo Cruz, que liga Ubatuba a Taubaté, especialmente no trecho de serra.


Na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, que dá acesso a Campos do Jordão, também havia trechos com pista molhada e neblina. 

A Castelo Branco tinha pontos com paradas em Itu, Araçariguama e Jandira, no sentido capital. Na altura do pedágio de Itapevi, uma chuva forte chegou a acumular água na pista. Na Bandeirantes, havia lentidão na passagem por Jundiaí e na chegada a São Paulo.

Na Rodovia Régis Bittencourt, os primeiros congestionamentos foram registrados no início da tarde e, às 17 horas, havia dois quilômetros de trânsito parado na passagem pela ponte da Represa do Capivari, em Campina Grande do Sul (PR), e nove na altura de Embu das Artes. Na subida da Serra do Cafezal, em Miracatu, os carros seguiam em baixa velocidade por causa da chuva.

Na Fernão Dias, o congestionamento que, no início da tarde, era de três quilômetros em Atibaia, aumentou para sete quilômetros no fim da tarde, na região de Mairiporã. Na Dutra, acidentes sem gravidade causaram cinco quilômetros de trânsito parado em Taubaté e interdição de faixa em Cachoeira Paulista. De Guarulhos a São Paulo entrou em operação uma pista reversível para melhorar o fluxo.

Contramão. O motorista de um automóvel entrou na pista errada na Rodovia Raposo Tavares, bateu em dois carros e deixou sete pessoas feridas, na manhã desta terça, em Itapetininga, na região de Sorocaba. O motorista, que estava embriagado, rodou centenas de metros na contramão até atingir os carros. Num dos veículos estavam três pessoas e todas tiveram ferimentos leves.

No outro carro, além do condutor, seguiam três passageiros, que também se machucaram. As vítimas foram levadas para o Hospital Regional de Itapetininga. O causador do acidente, que não teve o nome divulgado, também se machucou e foi levado para o pronto-socorro do hospital. Depois de receber atendimento, ele foi autuado em flagrante por dirigir alcoolizado. / COLABOROU REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Mais conteúdo sobre:
São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.