Volta do litoral era tranquila à noite

Fernão Dias registrou 40 km de lentidão às 18h, mas às 21h tráfego fluía na rodovia

CAMILA BRUNELLI, REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA O ESTADO , SÃO SEBASTIÃO, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h02

Quem voltou do litoral sul para São Paulo até as 21h de ontem não encontrou lentidão no Sistema Anchieta-Imigrantes. Concessionárias que administram rodovias recomendavam que os motoristas viajassem pela manhã, mas mesmo quem viajou no começo da noite não encontrou pontos de parada, embora o tráfego estivesse carregado.

A Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, informou que até as 21h cerca de 387 mil dos 512 mil veículos que desceram a serra desde 0h de quinta-feira já haviam voltado para a capital.

As Rodovias Padre Manoel da Nóbrega (que vai de Cubatão a Peruíbe) e Cônego Domênico Rangoni (que liga Cubatão ao Guarujá) também estavam com fluxo intenso de veículos.

Litoral norte. Milhares de turistas também decidiram antecipar a volta do litoral norte na tarde de ontem. Segundo a Polícia Rodoviária, a previsão era de que o fluxo aumentasse à noite, prosseguindo até a madrugada de hoje.Às 21h, as Rodovias Mogi-Bertioga e dos Tamoios tinham tráfego intenso, mas sem congestionamento.

Na noite de segunda-feira, porém, houve congestionamento de 15 km na Rodovia Rio-Santos por causa dos motoristas que queriam chegar à Mogi-Bertioga. Os carros vinham de São Sebastião e de Bertioga. A saída da Riviera de São Lourenço, em Bertioga, ficou complicada no início da noite de segunda, pois os motoristas tinham de enfrentar o congestionamento da Rio-Santos. A alça de acesso à Mogi-Bertioga ficou congestionada até por volta de 22h, segundo a Polícia Rodoviária. O trânsito foi intenso desde Maresias, em São Sebastião, até o início da Mogi-Bertioga.

Ontem à tarde, o trânsito já era bem mais tranquilo na Rio-Santos, no trecho entre São Sebastião e Caraguatatuba.

A situação também era tranquila ontem nas Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, que dão acesso ao Vale do Paraíba e litoral norte. Ambas registravam tráfego intenso, mas sem pontos de parada no sentido São Paulo.

Interior. A volta do interior do Estado estava um pouco mais complicada. Um acidente envolvendo um automóvel, uma carreta e um caminhão na altura do km 357 da Rodovia Régis Bittencourt deixou três feridos e o trânsito complicado na região de Miracatu. Por volta das 21 horas ainda havia lentidão entre os km 364 e 357, no sentido São Paulo, e entre os km 355 e 357, sentido Curitiba - ambos por causa do acidente.

A Rodovia Fernão Dias, que chegou a ter picos de até 40km de lentidão entre 14h e 18h, apresentava trânsito lento do km 41 ao km 59 às 21h.

Na Anhanguera e na Bandeirantes, o tráfego fluía bem. Da meia-noite de sexta-feira até 17h de ontem, 698 mil veículos circularam pelo sistema, entre chegada e saída da capital. O Sistema Anhanguera-Bandeirantes registrou 94 acidentes, com 59 feridos e 1 morte.

Quem voltava do Rio de Janeiro fez boa viagem, com tráfego fluindo bem na Rodovia Presidente Dutra.

Já no Sistema Castelo Branco-Raposo, os congestionamentos ficaram restritos ao período da manhã. Por volta das 21h, não havia pontos de retenção em nenhuma das pistas. Ontem, 53 mil dos 220 mil veículos que rumaram ao interior já estavam de volta à capital paulista. Houve 33 acidentes, com um morto, 27 feridos leves e dois em estado grave no Sistema Castelo-Raposo.

Concessionárias recomendam aos turistas que voltarem hoje para pegar a estrada antes das 7h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.