Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Volta do calor deve dar 'cara de verão' a SP esta semana, após frente fria; veja previsão

Massa de ar seco vai provocar aumento da temperatura e queda da qualidade do ar; recomendação é beber água e umidificar o ambiente com vaporizadores e toalhas molhadas

Davi Medeiros, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2021 | 08h00

SÃO PAULO — Após a passagem de uma frente fria, a capital paulista volta a ter predomínio de sol e calor nesta terça-feira, 17, com temperaturas que podem chegar aos 30 ºC durante a tarde. O tempo continua quente no decorrer da semana, com pico na quarta-feira, 18, quando a máxima esperada é de 31 ºC. A previsão é do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura.

A manhã de terça-feira começa com tempo estável e baixas temperaturas, antes de dar lugar ao calor esperado para a tarde. A mínima é de 13 ºC, já bem acima dos 4,3 ºC marcados no auge da frente fria, poucas semanas atrás. Para quarta e quinta são esperadas mínimas de 15 ºC e 17 ºC, respectivamente. 

O ‘verão’ em meio ao inverno é explicado por uma grande massa de ar seco que ganha força nos próximos dias. Segundo o CGE, o fenômeno vai provocar dias ensolarados e derrubar a umidade do ar, que deve ficar inferior a 30% no período da tarde. O ideal para a saúde é que ela fique entre 50 e 60%.

Segundo o técnico em meteorologia Adilson Nazário, do CGE, essa condição atmosférica é comum nessa época do ano. "O ar quente e seco da região Centro-Norte é transportado pelos ventos em baixos níveis da atmosfera, se espalhando por parte do País", explica. "Nessas condições, inibe a formação de nuvens de chuva, bloqueia a passagem de frentes frias e prolonga a estiagem".

A qualidade do ar também deve cair, dado que o tempo muito seco dificulta a dispersão dos poluentes. Por isso, o centro de gerenciamento recomenda que exercícios físicos ao ar livre entre 12h e 16h sejam evitados. Umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água também é uma boa dica, além, é claro, de beber água.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.