Volta da praia no fim do feriado demora até 7h

Rodovia dos Tamoios, principal rota para o litoral norte, teve 47 km de engarrafamento; interior também registrou lentidão

DIEGO ZANCHETTA, RICARDO BRANDT, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2012 | 03h04

Com mais um dia de sol e tempo quente, o paulistano deixou para encarar a volta do feriadão de Independência só a partir do fim da tarde. E os congestionamentos se repetiram ontem nas principais rodovias do Estado. O motorista que deixava o litoral norte por volta das 18h demorava até sete horas para chegar à capital.

A Rodovia do Tamoios ainda tinha 47 quilômetros de lentidão por volta das 22h. A Rio-Santos também parou entre 16h e as 22h do trecho que passa pela Praia de Maresias até Caraguatatuba. Na Mogi-Bertioga, a lentidão chegava a 19 km, por volta das 22h.

Para quem estava em Ilhabela e antes de pegar a estrada ainda precisava tomar a balsa, a espera era de uma hora e meia.

A situação também foi complicada para quem saiu do litoral sul à tarde. Uma forte neblina na Serra do Mar obrigou a Ecovias a organizar comboios na Anchieta e na Imigrantes. Os congestionamentos eram de mais de 15 km nas duas estradas, por volta das 19h30.

Ao todo, cerca de 300 mil veículos já haviam voltado à capital pelo Sistema Anchieta-Imigrantes até as 19h30. À tarde, quem ia do Guarujá para São Paulo demorava em média quatro horas e meia. Na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega o trânsito também registrou lentidão dos km 270 ao 292, até o acesso à Imigrantes.

Na chegada a São Paulo pelas Rodovias Fernão Dias e Dutra o motorista também enfrentou lentidão de mais de 20 km em ambas as estradas.

Interior. Pelas estradas do interior que cortam a região de Campinas também houve o registro de congestionamentos durante toda tarde e início da noite. Na Rodovia dos Bandeirantes, foram registrados 20 km de congestionamento, em três pontos, no fim da tarde, para quem viajava no sentido interior-capital.

Ao todo, 631 mil veículos usaram as Rodovias Anhanguera e Bandeirantes entre 0h de quinta-feira e 17 horas de ontem, segundo a concessionária AutoBan. As previsões eram de um movimento de 660 mil até a 0h de hoje. Foram registrados 68 acidentes, com 51 feridos e uma morte.

Na Rodovia D. Pedro I, que liga o interior ao litoral norte e à Dutra, 368 mil veículos circularam de quinta-feira até as 15h de ontem. Quem deixou para viajar durante a noite de ontem enfrentou muita lentidão no trecho de Campinas, perto da saída para a Rodovia Anhanguera.

Na Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao Sul do País, a lentidão somava 38 km, às 19h.

Acidente. Um acidente envolvendo um ônibus, uma carreta e um carro deixou 33 feridos na madrugada de ontem na Rodovia Castelo Branco, em Quadra, no interior de São Paulo. As vítimas foram socorridas em hospitais da região. Apenas uma permanecia em estado grave até as 20h de ontem. O acidente aconteceu às 4h15 na pista em direção à capital. Um ônibus da Viação Reunidas, vindo de Mato Grosso, bateu na traseira de uma carreta e tombou. Em seguida, um Fiat Siena que vinha logo atrás atingiu o ônibus. Os feridos foram levados para hospitais de Tatuí, Itapetininga e Botucatu. A polícia investiga as causas./W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.