Viúvo e 3 parentes vão a júri por morte de jovem

Começou ontem em São Lourenço da Mata (PE) o julgamento de quatro dos cinco acusados do assassinato da alemã Jeniffer Marion Nadja Kloker, em 2010. Ela tinha 22 anos e foi morta a tiros. Os acusados são o viúvo de Jeniffer, Pablo Richardson Tonelli, o sogro, a sogra e o irmão dela. O acusado de executar o crime será julgado em fevereiro. Jeniffer teria sido morta por causa de um seguro que beneficiava o sogro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.