Vítimas de violência doméstica terão auxílio jurídico gratuito

Serviço começa a partir de terça-feira, 4, nos cinco Centros de Cidadania da Mulher e em Casas de Referência

AE

03 de março de 2008 | 20h53

As mulheres vítimas de violência doméstica contarão, a partir de terça-feira, 4, com a assistência jurídica gratuita de defensores públicos do Estado de São Paulo. Será assinado, às 11 horas, na Associação dos Advogados de São Paulo, no centro, um termo de cooperação entre a Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) e a Defensoria Pública do Estado. Participam da cerimônia o prefeito da capital, Gilberto Kassab, o secretário de Participação e Parceria, Ricardo Montoro, e a coordenadora-geral das Mulheres, Maryluci de Araújo Faria, além de representantes da Defensoria e do Comitê Latino Americano e do Caribe de Defesa dos Direitos da Mulher (Cladem). Serão lançados guias sobre políticas de igualdade e a experiência dos Centros de Cidadania da Mulher e a cartilha 'Exija os seus direitos: está na Lei', sobre a Lei Maria da Penha, que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Atendimento Gratuito A partir da assinatura do acordo, as mulheres serão atendidas nos cinco Centros de Cidadania da Mulher e em Casas de Referência, mantidos pela Coordenadoria de Mulheres da Secretaria. O atendimento acontecerá às terças e quintas-feiras, das 8 às 12 horas. Na zona sul, há Centros de Cidadania em Santo Amaro, na Praça Salim Farah Maluf, em Parelheiros, na rua Terezinha do Prado Oliveira, 119, e em Capela do Socorro, na rua Professor Oscar Barreto Filho, 350. Na zona norte, o atendimento acontece em Perus, na rua Joaquim Antonio Arruda, 74. Já na zona leste, as mulheres podem ir à Itaquera, na rua Ibiajara, 495. Haverá auxílio jurídico ainda nas Casas de Referência de Vila Brasilândia, na rua Silvio Bueno, 538, e da Vila Clementino, na rua Dr. Bacelar, 20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.