Vítimas de incêndio passam o dia na rua

Um dia depois de um incêndio ter queimado parte dos barracos da Favela do Corujão, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo, moradores desabrigados passaram o dia na rua, sem alimento e remédios. À noite, pretendiam ir para uma igreja evangélica e uma empresa localizadas ao lado da favela. A Prefeitura disse que distribuiu colchões, cobertores e refeições e prometeu dar auxílio-aluguel por quatro meses para os desabrigados pelo incêndio no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.