Vítimas da Gol foram pilhadas

Em 2007, reportagem do Estado denunciou que os corpos das vítimas da tragédia do voo 1907, envolvendo um avião da Gol, em 29 de setembro de 2006, foram pilhados. Documentos importantes de alguns dos 154 mortos estavam sendo usados por falsários. Um deles chegou a usar informações de uma das vítimas para comprar um automóvel.

O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2011 | 03h07

Houve até o caso do celular de uma das vítimas que, dez dias depois do acidente, quando só tropas das Forças Armadas trabalhavam no local da queda do Boeing, apareceu em um subúrbio do Rio. Familiares das vítimas da tragédia também reclamaram do furto de dinheiro, cartões de crédito, documentos, aparelhos eletrônicos e malas. Nem a cúpula da Força Aérea nem a empresa aérea admitem a pilhagem às vítimas e muito menos responsabilizaram-se.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.