Vítima filma PM atirando em assaltante na zona leste

Câmera estava acoplada a capacete de vigilante em uma moto Hornet; assaltante sobreviveu e foi encaminhado ao hospital

Artur Rodrigues,

13 de outubro de 2013 | 18h05

SÃO PAULO - Um vigilante de 35 anos com uma câmera acoplada no capacete filmou um assaltante roubando sua moto e depois um policial militar atirando no criminoso. O caso aconteceu na tarde de sábado (12) em São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo.

O vídeo, que circula nas redes sociais, mostra a visão da vítima, que pilotava uma Honda Hornet branca. No cruzamento das avenidas Doutor Assis Ribeiro e Gabriela Mistral, o assaltante, Leonardo Escarante Santos, de 18 anos, desce da garupa de uma Twister vermelha e manda a vítima entregar a moto. "Para, para, para. Dá o alarme", diz o rapaz. 

A vítima entrega o veículo e o alarme. "Pode levar, não tenho arma não, não sou polícia não", diz o vigilante para o assaltante. Quando Santos sobe na moto, um PM sai de um carro preto e atira no criminoso. Enquanto o rapaz está caído, a vítima agradece ao policial. "Obrigado, obrigado. Vai roubar agora no inferno", diz. 

O rapaz baleado foi encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal do Tatuapé. Lá, passou por cirurgia e está internado sob escolta policial. O outro assaltante fugiu sem levar nada. 

O oficial da PM relatou à Polícia Civil que atirou porque o assaltante apontou a arma para ele. "Ao intervir na ocorrência, percebeu o criminoso apontando a arma em sua direção e efetuou dois disparos com sua pistola ponto 40, atingindo-o no abdome e em uma das pernas", afirmou a PM, por meio de nota. 

A PM afirma ainda que "análise preliminar do vídeo sugere que a ação do policial militar foi legítima e correta, com a observância das técnicas policiais". No vídeo de 2 minutos e 13 segundos, afirma a PM, "aos 59 segundos é possível ver nitidamente que o assaltante apontou sua arma em direção ao PM". 

A corporação afirma que o policial demonstrou "preparo e compromisso com a causa pública, defendendo a sociedade de criminosos violentos".

Com o assaltante, a polícia apreendeu o revólver calibre 38 com numeração raspada, celular, R$ 177 e objetos pessoais. 

O Instituto de Criminalística fez perícia no local e foram requisitados exames residuográficos do PM e do rapaz baleado. O caso foi registrado como tentativa de roubo e lesão corporal decorrente de intervenção policial no10º Distrito Policial (Penha de França). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.