Vítima de assalto prende ladrão no Campo Belo

Auditor fiscal de 49 anos foi baleado de raspão por menor de idade; dois adolescentes foram presos

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

21 Junho 2015 | 17h38

SÃO PAULO - Um auditor fiscal de 49 anos reagiu a um assalto, por volta das 15h20 deste sábado, 20, no Campo Belo, na zona sul de São Paulo e, mesmo baleado, conseguiu dominar um ladrão que tentou roubar o seu carro. A vítima chegava com a família na casa da sogra e tinha acabado de descer do carro quando foi surpreendido por dois menores de idade. A dupla o abordou pelas costas e um dos adolescentes, de 17 anos, apontou a arma para a cabeça dele. O homem se assustou e a reação dele fez com que o adolescente que portava um revólver disparasse contra o pescoço e o braço do auditor fiscali. A vítima foi baleada de raspão. 

O outro adolescente, de 16 anos, entrou na garagem da casa dos familiares da vítima e roubou a bolsa da filha do auditor fiscal. Enquanto isso, o outro adolescente aproveitou que a vítima estava baleada e entrou no automóvel do auditor fiscal. O homem aproveitou a distração dos assaltantes para saca a pistola .380 dele e apontar para o adolescente que estava dentro do carro. 

O jovem desceu do carro com as mãos para o alto e deitou no chão, mas o comparsa conseguiu fugir. Vizinhos e familiares da auxiliar financeiro chegaram a agredir o jovem, até a chegada da Polícia Militar. O adolescente informou o nome e o endereço do outro menor de idade. Cerca de três horas depois, os PMs localizaram o jovem no bairro Vila Santa Catarina, próximo ao Campo Belo. 

A pistola da vítima foi apreendida. Apesar dele ter o registro da arma, o auxiliar financeiro não tinha autorização para portá-la. Os dois menores foram encaminhados para a Fundação Casa. 

Mais conteúdo sobre:
Violência São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.