Vítima de assalto morre baleada na porta de casa em SP

Casal chegava em casa quando foi surpreendido; comerciante foi ferido ao descer do veículo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de abril de 2008 | 02h37

Um assalto a um casal que chegava em casa, por volta das 23 horas de domingo, 6, terminou com a morte de uma das vítimas. O assalto aconteceu na Vila Santa Lúcia, região da Ponte Rasa, zona leste da capital paulista. Ocupando um Fiorino branca, o casal foi abordado por três bandidos na Rua Conceição da Pedra. O motorista, o comerciante Dejacir Valdevino Alves, de 49 anos, dono de uma adega, ainda ao volante esperava pela esposa, Maria Zilá Vilela, de 52 anos, que já havia descido do carro e abria o portão da garagem. Armado, o trio teria exigido dinheiro do comerciante. Ele foi retirado do carro e baleado três vezes, morrendo no local. Segundo Zilá, ela e o marido já haviam passado segundos antes em frente à residência e, ao ver os suspeitos, resolveram não parar o carro. Após o casal dar uma volta no quarteirão, os três homens ainda estavam próximo da casa, mas o comerciante desta vez não se importou em correr o risco e estacionou o carro em frente à garagem. Assim que sua esposa desceu e dirigiu-se até o portão, eles foram abordados pelos bandidos. Após o crime, os bandidos fugiram a pé, sem nada levar. O caso foi registrado no 62º Distrito Policial, do Jardim Popular.

Tudo o que sabemos sobre:
assalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.