Visitantes do País todo se reúnem em festival de Itu

Até moradores de Rondônia resolveram conferir os três dias de shows; trânsito foi tranquilo ontem, mas vai ficar complicado hoje

Roberto Nascimento ENVIADO ESPECIAL / ITU, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2010 | 00h00

Se a saída de São Paulo foi difícil na noite de ontem, o clima foi tranquilo na chegada dos primeiros espectadores do festival de música SWU, em Itu, no interior paulista. Pessoas que vieram até de Rondônia vão conferir, de hoje a segunda-feira, o evento que reunirá nomes importantes do rock e do pop internacional às margens da Rodovia SP-075, na Fazenda Maeda.

Ao contrário das previsões climáticas pessimistas que acompanharam a preparação do evento, poucas nuvens pontuavam o céu e o sol forte até queimou alguns acampados. Segundo a Climatempo, a previsão é de máxima de 24°C e mínima 13°C para todos os dias do festival.

A movimentação de chegada começou por volta das 10 horas. A primeira leva de espectadores veio de todas as partes do Brasil, composta por estudantes, músicos, advogados, designers, de 18 a 30 anos de idade. Os mais jovens devem formar a maior parte do público do festival, que espera por volta de 60 mil pessoas nos próximos três dias.

O tatuador e estudante de Jornalismo Patricio Apolinario saiu de Vilhena, em Rondônia, na quinta-feira, para conferir os shows. "Não temos a oportunidade de ouvir muita música em nossa cidade. Lá o que predomina é sertanejo universitário", disse o fã do grupo de rap metal Rage Against the Machine, que vai encerrar a primeira noite.

Patrício encarou as 35 horas de ônibus com a companheira Stael Rocha, de 35 anos. O casal trabalha para a ONG Água Viva, que tenta proteger as tartarugas de água doce na Amazônia. E parte da razão pela qual resolveram viajar para Itu foi o foco ecológico do festival, cujo nome é a sigla da frase "Starts With You", ou "começa com você".

"Tem gente que nem sabe o que rola por trás desse festival. Mas a proposta sustentável é importante e muito legal. E é por isso que estamos aqui", explicou Stael.

O casal está acostumado a percorrer longas distâncias. A cidade mais próxima de Vilhena fica a 100 quilômetros. Além de Rage Against the Machine, Apolinario gosta dos roqueiros do Incubus. Já Stael está aqui para a parte light da programação, que terá no segundo dia Joss Stone, Dave Matthews e Regina Spektor.

"O segundo é o dia de o cara tirar onda com as meninas", conta o publicitário Moab Martins, de 30 anos, que veio de Campina Grande, na Paraíba, para acampar com amigos.

Martins vai enfrentar o acampamento da área comum, com chão de terra batida e nenhuma sombra. Ali, uma vaga para barraca custa de R$ 250 (uma pessoa) a R$ 400 (quatro ocupantes). Na área premium - com direito a local privilegiado, estacionamento garantido, segurança e pontos de energia -, o preço sobe para R$ 420 a R$ 600.

Gargalo. Depois do clima, o trânsito para chegar à Fazenda Maeda é o segundo fator mais preocupante. O acesso ao festival é por uma estradinha que sai da SP-075 e deve ficar engarrafada já pela manhã de hoje. Segundo o capitão Edilson Simeira, da Polícia Militar de Sorocaba, o festival está preparado para receber o público.

A ideia da organização é que os visitantes deixem os carros nos dois bolsões de estacionamento e usem o traslado do SWU para chegar aos palcos. O estacionamento dentro do festival chega a R$ 100 para veículos com menos de quatro pessoas.

Na entrada do festival, todos os carros passam por uma revista rigorosa para que sejam barrados alimentos perecíveis, bebidas alcoólicas e outros itens proibidos no regulamento. Lá dentro, a lata de cerveja custa R$ 5 e o almoço, R$ 30.

ALGUMAS ATRAÇÕES DE HOJE

Palcos Água e Ar

16h20: Black Drawing Chalks (Ar)

16h50: Macaco Bong (Água)

17h40: Infectious Grooves (Ar)

18h40: Mutantes (Água)

19h50: Los Hermanos (Ar)

21h: The Mars Volta (Água)

22h: Rage Against the Machine (Ar)

Palco Oi

14h40: Letuce + quinho

15h30: Superguidis

17h20: Mallu Magalhães

18h20: Cidadão Instigado

19h20: The Apples in Stereo

20h40: Sobrado 112

21h30: Batalha de bandas

Heineken Greenspace

15h: Glocal

16h: Killer On The Dance Floor

17h: The Twelves

18h: Dave "Switch" Taylor

19h15: MSTRKRFT

20h45: The Crystal Method

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.