J.F. Diorio/AE
J.F. Diorio/AE

Virada bate recorde de público

3,5 milhões de pessoas fizeram 2,5 mil atividades; algumas atrações tiveram mais procura do que vagas

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2011 | 00h00

Do Museu do Ipiranga ao Vale do Anhangabaú, da Represa de Guarapiranga ao Clube Escola de Cidade Dutra, São Paulo foi invadida neste fim de semana por esportistas de todas as idades, modalidades e gostos. A Prefeitura de São Paulo calcula que 3,5 milhões de pessoas saíram de casa para participar da 5.ª edição da Virada Esportiva, um recorde de público. Foram cerca de 2,5 mil atividades gratuitas em mil pontos das cinco regiões da cidade - um aumento de 40% em comparação a 2010.

Com a Virada Esportiva, paulistanos também conheceram áreas distantes do centro expandido, como a Represa do Guarapiranga, na zona sul. Milhares de pessoas aproveitaram o sol e foram ao local atraídas pelos esportes aquáticos. "O tempo ajudou muito", afirmou o prefeito Gilberto Kassab (sem partido), que ontem participou de uma partida de tênis com crianças no Parque das Bicicletas, na zona sul.

Problemas, no entanto, ocorreram em diversas atrações - várias pessoas reclamaram da espera para as atividades (que chegou a quase uma hora), da necessidade de mais equipamentos e da falta de informações. Algumas atrações ficaram lotadas e a distribuição de pulseiras (necessárias para participar das atividades) terminou no fim da manhã - bem antes do previsto. O secretário municipal de Esportes, Bebeto Haddad, disse que avaliará mudanças na quantidade de equipamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.