Vigias trocam tiros com bandidos em unidade da Sanasa e acabam detidos

Armas dos seguranças e o documento delas apresentavam irregularidades segundo a PM

O Estado de S.Paulo,

23 de agosto de 2012 | 04h09

SÃO PAULO - Dois vigilantes noturnos que trabalham para a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A (Sanasa), de Campinas, interior paulista, foram detidos, por volta da 0h30 desta quinta-feira, 23, após trocarem tiros com assaltantes que teriam tentado invadir a unidade localizada na Avenida Comendador Aladino Selmi, no bairro San Martin.

 

Policiais militares do 8º Batalhão foram acionados pelos dois seguranças após o tiroteio e, ao chegarem no local, verificaram que ninguém estava ferido e que os suspeitos haviam fugido. Ao verificarem as armas dos dois vigias e o documento delas, os policiais perceberam que havia irregularidades.

 

Os dois vigias, que de qualquer forma iriam ser levados para o plantão do 1º Distrito Policial, para registro de boletim de ocorrência, ficaram detidos e, segundo a Polícia Militar, seriam soltos somente após pagamento de uma fiança.

 

Até as 4 horas tanto a PM como a Polícia Civil não sabiam informar mais detalhes sobre o andamento da ocorrência pois outros quatro flagrantes eram registrados no mesmo plantão policial, localizado no centro da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.