Vigias trocam tiros com bandidos em unidade da Sanasa e acabam detidos

Armas dos seguranças e o documento delas apresentavam irregularidades segundo a PM

O Estado de S.Paulo,

23 de agosto de 2012 | 04h09

SÃO PAULO - Dois vigilantes noturnos que trabalham para a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A (Sanasa), de Campinas, interior paulista, foram detidos, por volta da 0h30 desta quinta-feira, 23, após trocarem tiros com assaltantes que teriam tentado invadir a unidade localizada na Avenida Comendador Aladino Selmi, no bairro San Martin.

 

Policiais militares do 8º Batalhão foram acionados pelos dois seguranças após o tiroteio e, ao chegarem no local, verificaram que ninguém estava ferido e que os suspeitos haviam fugido. Ao verificarem as armas dos dois vigias e o documento delas, os policiais perceberam que havia irregularidades.

 

Os dois vigias, que de qualquer forma iriam ser levados para o plantão do 1º Distrito Policial, para registro de boletim de ocorrência, ficaram detidos e, segundo a Polícia Militar, seriam soltos somente após pagamento de uma fiança.

 

Até as 4 horas tanto a PM como a Polícia Civil não sabiam informar mais detalhes sobre o andamento da ocorrência pois outros quatro flagrantes eram registrados no mesmo plantão policial, localizado no centro da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.