Vigias são condenados por morte de estudante

CURITIBA

, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2010 | 00h00

O Tribunal do Júri de Curitiba condenou os vigilantes Marlon Balen Janke, de 33 anos, e Douglas Rodrigo Sampaio Rodrigues, de 29, a 23 e 13 anos de prisão, respectivamente, por causa do assassinato do estudante Bruno Strobel Coelho. Investigações apontaram que o rapaz teria sido assassinado após ser pego pichando um muro. Os advogados de defesa dos ex-vigilantes devem recorrer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.