Vigia indiciado nega conhecer testemunha

CASO MÉRCIA

, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2010 | 00h00

O vigia Evandro Bezerra da Silva, indiciado pela morte da advogada Mércia Nakashima, negou ontem conhecer o homem que o acusara de receber R$ 5 mil para participar do crime. O preso ficou frente a frente com a testemunha por 15 minutos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na saída, afirmou: "Nunca recebi nada e nunca o vi." Mércia morreu no dia 23 de maio. Para o DHPP, ela foi morta pelo ex-namorado, Mizael Bispo de Souza, de 40 anos, que está foragido. Silva teria ajudado Mizael.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.