Viciados usam granadas contra internação à força

Duas granadas foram jogadas ontem contra agentes que retiravam pessoas da cracolândia na favela do Jacarezinho, zona norte do Rio. Os artefatos explodiram, mas ninguém ficou ferido.

Tiago Rogero, O Estado de S.Paulo

04 de junho de 2011 | 00h00

A operação foi a primeira após a publicação, no Diário Oficial do Município, segunda-feira, da regulamentação que determina a internação compulsória de crianças e adolescentes viciados em crack para tratamento médico, mesmo contra a vontade deles ou da família.

A medida vale somente para os que, na avaliação de um especialista, forem dependentes químicos. Na ação de ontem foram recolhidos 53 adultos e 16 crianças e adolescentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.