Vice diz que Neme era uma pessoa ''querida na cidade''

O prefeito em exercício, Marcelo Bustamante (PTB), disse que seu primeiro objetivo é tranquilizar a população da cidade, de 81.295 habitantes.

João Carlos de Faria, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2011 | 00h00

"O prefeito era uma pessoa muito querida na cidade, mas agora muita gente está contra ele", disse o médico de 53 anos, que está rompido com Neme desde fevereiro de 2010, quando deixou a Secretaria de Saúde.

A dona de casa Augusta Pereira, de 45 anos, moradora da Vila Paiva, na periferia da cidade, disse que Neme é vítima de "politicagem". "É gente que é contra ele. Não acredito que tudo isso seja verdade." Já a professora Magali dos Anjos, moradora do bairro Capelinha, acha que tudo precisa ser apurado. "Faz tempo que ele vem escapando", afirmou. "Ele é um bom médico, mas mau prefeito", completou a doméstica Neide Soares, de 36 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.