Viajar à Espanha virou pesadelo para brasileiros, diz 'El Mundo'

Jornal espanhol critica tratamento dado a brasileiros e cita caso de Janaina Agostinho, detida há 3 dias no país

13 de março de 2008 | 17h07

O jornal espanhol El Mundo saiu em defesa da brasileira Janaína Agostinho, 27,  que viajou a Madri, na Espanha, para ficar vinte dias com o noivo, mas foi barrada no aeroporto de Barajas há três dias." A viagem que era para ser dos sonhos virou pesadelo. Ir à Espanha agora é uma tortura para os brasileiros", diz a reportagem desta quinta-feira, 13.   VEJA TAMBÉM PF barra 30 estrangeiros em cinco dias Saiba como agir se for barrado em aeroporto Policiais espanhóis chamaram brasileiros de 'cachorros', diz mãe Brasil ameaça restringir entrada de espanhóis no País Brasil deve adotar medidas contra espanhóis?     Fontes oficiais brasileiras disseram ao estadao.com.br que a volta de turistas ao país depende "de uma vaga no primeiro vôo de volta. Segundo eles, o direito internacional é muito "desprotegido" nestes casos.   Segundo o jornal, Janaína chegou no dia 10, no vôo 700 da Air Comet, com passaporte em dia, 540 euros reserva de hotel, carta-convite e passagem de volta, mas, diz a reportagem, "isso não pareceu suficiente para a polícia". Ela está detida na "sala 3" do aeroporto sem contatos com autoridades brasileiras.   A detenção ocorre em um momento no qual as relações bilaterais entre Brasil e Espanha estão estremecidas devido aos problemas que cidadãos dos dois países têm enfrentado nas últimas semanas para entrar em território brasileiro ou espanhol por descumprirem requisitos imigratórios. Os governos das duas nações concordaram em realizar uma reunião no final deste mês para resolver esta questão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.