Viaduto Pompeia só será liberado no 2º semestre

O fim da reforma do Viaduto Pompeia, na zona oeste de São Paulo, e a liberação de suas sete faixas de trânsito só devem acontecer entre o fim de agosto e o começo de setembro. A previsão foi dada ontem pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD) durante vistoria no local, danificado pelo incêndio do barracão da escola de samba Mocidade Alegre no dia 9 de janeiro.

FELIPE TAU, O Estado de S.Paulo

11 Março 2012 | 03h06

O prazo ultrapassa o determinado no contrato de emergência assinado pela Prefeitura com a empresa Concrejato, publicado no dia 17 de janeiro no Diário Oficial da Cidade. Ele prevê que as obras terminem 180 dias depois do início. Como começaram no dia13 de janeiro, teriam de acabar na metade de julho. O valor das obras ainda não foi definido.

Segundo o secretário adjunto da pasta de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), Luiz Ricardo Santoro, o prazo mais alongado foi uma previsão mais "conservadora", para não "frustrar expectativas". Já o superintendente de obras da Siurb, Regis Gehlen Oliveira, informou que as obras devem ficar prontas em julho.

O viaduto funciona de maneira parcial. Duas faixas são liberadas de manhã (6h às 10h) no sentido Avenida Pompeia e à noite (17h às 22h), na direção da Marginal do Tietê. Das 10h às 17h, cada faixa é aberta em um sentido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.