Daniel Zanchetta/AE
Daniel Zanchetta/AE

Vereador prega placas em casas da zona leste

Nome do político já está nas ruas do Jardim Pantanal, embora a campanha oficial só comece em 6 de julho

DIEGO ZANCHETTA, O Estado de S.Paulo

26 Abril 2012 | 03h02

Na tentativa de conseguir um terceiro mandato na Câmara Municipal de São Paulo, o vereador Ricardo Teixeira (PV), de 53 anos, colocou sua campanha nas ruas do Jardim Pantanal, bairro carente do extremo leste de São Paulo, conhecido nos últimos anos pelas constantes enchentes.

A campanha eleitoral começa no dia 6 de julho, mas centenas de casas e comércios da região estão com as placas amarelas do parlamentar nas portas, nas janelas e na garagem. Moradores relatam que equipes formadas por garotos pregaram parte das placas no fim de semana, sem autorização dos proprietários. Elas trazem as inscrições "Ricardo Teixeira é amigo desta família" e "Pelo asfalto".

Segundo moradores, algumas delas foram distribuídas pessoalmente pelo próprio vereador e outras, deixadas nas casas pelas equipes de apoiadores de Teixeira. "Eles colocaram a placa lá em casa e resolvi deixar. Aqui a gente está aceitando qualquer coisa, meu filho. Faltam dez ruas ainda para o asfalto chegar e ele prometeu resolver o problema", argumenta Maria Fernandes da Silva, de 46 anos. Suas vizinhas, da Rua Erva do Sereno, contam que o material foi colocado nas casas sem consentimento prévio.

Ana Célia Silva, de 29 anos, afirma também que resolveu deixar a placa. "Não pedi nada, eles vieram aqui e colocaram. Estamos precisando de asfalto e ele manda até cartão de Natal para nós", diz a dona de casa. Sua vizinha, Carmem Neide, de 50 anos, colocou duas placas e afirma que vai votar no vereador. "Deixa quem quer. Ele não força ninguém a manter pregada", relata a catadora da papelão. Ela conta que o próprio vereador foi em sua casa entregar o material. "Ele é muito simples", elogiou.

A campanha antecipada do vereador ainda causou ciumeira nas "lideranças" que o bairro ganhou nos últimos anos, após a Prefeitura iniciar as remoções de 3,5 mil famílias em áreas de risco. "É um absurdo um político já pregar placa na casa das pessoas à revelia, só com a promessa de que vai trazer o asfalto", acusa Maria Zélia Souza Andrade, coordenadora do Movimento de Urbanização e Legalização do Pantanal. Ela é filiada ao PSOL, mas diz não ter interesse em fazer política local. "Ninguém começou uma campanha de forma tão agressiva quanto Teixeira."

Enchentes. As ruas onde a campanha começou estão em um dos últimos e mais populosos bairros da capital, na fronteira com Guarulhos e quase dentro da várzea do Rio Tietê. Nos últimos três anos, o Jardim Pantanal ficou conhecido dos paulistanos ao aparecer submerso em programas de TV após qualquer chuva forte.

Pressionado a resolver o problema das inundações, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) iniciou um programa de urbanização e remoção de famílias de áreas de risco da área. Também foi construído um piscinão, que resolveu parte dos alagamentos, e o asfalto começou a chegar a ruas de terra em dezembro.

A campanha de Teixeira, aliado de Kassab, tenta capitalizar para o vereador os mais de R$ 150 milhões em obras realizadas pela Prefeitura no local desde 2010. Outros vereadores candidatos pelo PT também começaram a politizar as enchentes na região, o que deve tornar o Jardim Pantanal um tema recorrente na campanha municipal.

A Justiça Eleitoral vai analisar a instalação de placas de Teixeira para saber se houve infração à lei. Caso se configure campanha antecipada, a candidatura do parlamentar poderá até ser cassada.

Mais conteúdo sobre:
vereadro placas campanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.