Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Vereador mais votado, Trípoli quer hospitais para cães e gatos na periferia

Roberto Trípoli (PV), de 58 anos, recebeu 132.313 votos

Diego Zanchetta,

08 Outubro 2012 | 19h52

SÃO PAULO - Roberto Trípoli (PV), de 58 anos, ainda estava surpreso com a votação recorde entre os 55 eleitos para a Câmara de São Paulo. Ele admite que seus 132.313 votos tiveram também o peso do sobrenome do irmão, o deputado federal Ricardo Trípoli (PSDB). "Ele brigou demais contra a revisão do Código Florestal", admite o vereador. Mas o que pesou mesmo para a votação expressiva foi sua bandeira em defesa dos animais. Na semana passada, era difícil encontrar um pet shop na cidade sem um cartaz ou cavalete com a propaganda do candidato.

Ex-presidente da Câmara entre 2005 e 2006, Trípoli sai forte das urnas para tentar de novo o cargo a partir de 2013. Antes, porém, quer saber qual dos dois candidatos do segundo turno, José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT), vai viabilizar a construção de hospitais para cães e gatos gratuitos em bairros da periferia. "Se ninguém assumir esse compromisso fico em casa, não tenho por quê sair às ruas para pedir votos", argumentou. 

A seguir, trechos de entrevista exclusiva concedida ao Estado, em seu escritório em Pinheiros, na zona oeste.

Está surpreso em ter triplicado sua votação em relação a 2008?

De fato fiquei surpreso. Eu estou trabalhando há 30 anos com as mesmas propostas, em defesa dos animais e dos idosos. E a população aos poucos vai percebendo isso. Eu nunca mudei de proposta. Vou para o sétimo mandato com os mesmos ideais.

A inauguração do primeiro hospital público para cães e gatos da Prefeitura, previsto em um projeto seu, foi o que ajudou?

O hospital ajudou muito. A atuação do meu irmão (Ricardo Trípoli) como deputado federal que combateu a revisão do Código Florestal também foi decisiva, o nome dele é forte com os ambientalistas.

O senhor pretende disputar a presidência da Casa em 2013?

Fui o único presidente da Câmara reeleito (em 2006) com o apoio de 54 dos 55 colegas vereadores. Não tenho mais ambição em voltar a ser presidente. Mas a política é dinâmica, sabe como é, né?

Vai fazer campanha para o Serra no segundo turno?

Quero conversar com ele. Preciso de um compromisso do próximo prefeito com meu objetivo de levar mais hospitais veterinários gratuitos para a periferia.

O senhor tem cachorros?

Tenho um vira-lata e um maltês no meu apartamento e mais sete cachorros na chácara.

Vai abandonar o mandato para sair candidato a deputado federal em 2014?

Não é essa minha ideia. Tudo vai depender da conjuntura política do momento.

Mais conteúdo sobre:
vereador Trípoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.