Vereador é morto em Niterói

A Polícia Civil de Niterói, no Rio de Janeiro, investiga se houve motivação política no assassinato do vereador eleito Lúcio Diniz Martelo (PRP), de 44 anos, ocorrido às 21h30 de quinta-feira.

O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2012 | 03h08

Empresário do setor naval, Martelo foi morto com cinco tiros à queima-roupa na porta da casa dos pais. Ele estava no carro com um assessor quando foi abordado por dois homens que atiraram pelo menos 15 vezes. Bandidos abandonaram o carro em que estavam a poucos metros do local. / ANTONIO PITA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.