Vereador é flagrado com adolescente em gabinete e chantageado por grupo

O promotor de Justiça Rafael Gonçalves encaminhou ontem denúncia-crime à Justiça contra o vereador Décio Franzen (PDT) e uma mulher do município de Feliz, no Rio Grande do Sul, por favorecimento à prostituição, e contra outras cinco pessoas, por extorsão do parlamentar.

O Estado de S.Paulo

12 Outubro 2011 | 03h03

O vereador foi filmado por uma câmera escondida, colocada em seu gabinete, em cenas íntimas com uma adolescente de 15 anos, após o expediente na Câmara. Também foram denunciados a mulher que apresentou a menor ao parlamentar e cinco pessoas que, de posse da gravação, chantagearam o vereador, exigindo R$ 500 mil para não divulgar as imagens. As cenas, porém, acabaram vazando em sites na internet.

O Ministério Público não informou se o político chegou a efetuar algum pagamento ao grupo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.