Vereador é assaltado em Minas Gerais e abandonado em SP

Quadrilha levou o carro, 2 celulares, documentos e dinheiro; policiais paulistas tentam localizar assaltantes

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

24 de junho de 2008 | 02h40

O vereador Antonio Milton Cardoso (PTB/MG)  foi assaltado e seqüestrado por volta das 23h desta segunda-feira, 23, na cidade mineira de Paraisópolis. Cardoso foi liberado pela quadrilha em uma estrada próxima a uma fazenda, no bairro Ponte Nova, na cidade paulista de Monteiro Lobato, distante 70 quilômetros de Paraisópolis. A Polícia Militar está à procura dos assaltantes.  Em uma van Renault Master branca, o vereador foi fechado por dois carros e uma moto Honda Titan. Encapuzada, a vítima após entregar as chaves do veículo a dois bandidos, foi obrigada a seguir com os criminosos até a cidade paulista e foi liberada em uma estrada. Por volta da 1h30 desta terça-feira, policiais militares da 01ª Companhia do 01º Batalhão de Policiamento do Interior (BPM/I) foram até a fazenda, onde o parlamentar procurou ajuda. Segundo Milton, havia um Corsa ou um Celta azul ao lado da van no momento em que ele foi deixado na estrada. Foram levados do vereador, além da van, dois celulares, documentos e dinheiro. Como na cidade de Monteiro Lobato não há plantão policial durante a madrugada, a ocorrência deve ser registrada no 01º Distrito de São José dos Campos. Até as 2h30 desta madrugada nenhum suspeito havia sido detido.

Tudo o que sabemos sobre:
Minas GeraisSão Paulovereadorassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.