Vereador é acusado de envolvimento com traficantes e de fazer orgias com menores

A Justiça de Mairinque, a 55 km de São Paulo, decretou a prisão preventiva do vereador Alex Santos Silva (PTB), secretário da Mesa da Câmara local, suspeito de envolvimento com tráfico de drogas. Também foi decretada a prisão do assessor parlamentar Samuel Monteiro. Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público Estadual, o vereador e o assessor usavam celulares do Legislativo para contatar traficantes presos. Os dois também são acusados de promover orgias com menores de idade. Em várias ocasiões, Silva e Monteiro levaram adolescentes até Itapevi, na Grande São Paulo. As garotas eram obrigadas a comprar drogas para a dupla e participavam de orgias na casa do vereador. Ambos estão foragidos. Eles deveriam ter se apresentado à polícia ontem.

, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.