Ventos param balsas e causam destruição no litoral norte

Ventos fortes paralisaram a travessida de balsa em Ilhabela desde a madrugada desta quarta-feira

Reginaldo Pupo - Especial para o Estado de S. Paulo,

26 de setembro de 2012 | 10h45

Os moradores de Ilhabela estão, desde as 3h30 da manhã desta quarta-feira, 26, literalmente ilhados, devido à paralisação do serviço de travessia por balsas, provocada por uma tempestade e ventos fortes, com rajadas de até 75km/h.

Dois ônibus servem de abrigo para os usuários sem carros no lado de São Sebastião. Na manhã desta quarta-feira, longas filas se formaram dos dois lados da travessia.

A Sabesp interrompeu o fornecimento de água em bairros de Caraguatatuba e São Sebastião, para limpeza dos locais de captação que estão com galhos de árvores e lixo impedindo a captação. Milhares de pessoas estão sem água.

Em Ilhabela, estudantes e profissionais liberais perderam o dia de trabalho. Pacientes que tinham consultas marcadas para cidades próximas e em São Paulo também estão sendo prejudicados.

Segundo a Dersa, não há previsão de retorno do sistema de travessia de balsas. Na região houve registros de quedas de árvores e de fiação elétrica.

Visualizar Clima pelo Brasil - clique nos ícones para saber mais em um mapa maior

Mais conteúdo sobre:
climailhabela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.