Venezuelano e 2 colombianos são presos por furto

Três latino-americanos foram presos ontem após furtarem bagagens de passageiros na área de desembarque do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Todos já tinham sido detidos anteriormente pelo mesmo delito, segundo informou a Polícia Civil de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

06 Julho 2012 | 03h01

O grupo, formado por um venezuelano e um casal de colombianos, foi parado pela polícia já fora do aeroporto, na Rodovia Hélio Smidt, antes da chegada à Rodovia Presidente Dutra. O venezuelano ainda apresentou um RG falsificado aos policiais que fizeram a abordagem.

Os acusados estava sendo monitorado pelas câmeras de segurança do aeroporto desde o começo da manhã. A área é patrulhada, em parceria, por policiais civis, militares e federais.

As imagens, segundo a Polícia Civil, mostram o colombiano perto dos guichês de conexão da TAM com uma mala de viagens grande. Ele pega malas de outros passageiros e as guarda na dele. Ainda de acordo com a polícia, ele não foi abordado imediatamente para que fosse possível confirmar se ele agia sozinho.

Assim, descobriram que a mulher ajudava o colombiano a praticar os furtos no salão e o casal ainda tinha ajuda do venezuelano, que ficou esperando os dois em um carro alugado. Só depois que todos entraram no carro é que eles foram detidos.

A relação entre estrangeiros e crimes no aeroporto está em crescimento. Reportagem publicada pelo Estado no mês passado mostrou que aumentou 35% o número de estrangeiros presos por furto no aeroporto (eram 15 dos 27 presos no ano). Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, do departamento responsável pelos aeroportos (Dird), isso tem ocorrido porque as leis, aqui, são mais brandas para furtos. / BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.