Reginaldo Pupo/Estadão
Reginaldo Pupo/Estadão

Temporal isola moradores e turistas por 15 horas em Ilhabela (SP)

Serviço de travessia de balsas foi paralisado; ruas foram alagadas pela chuva no litoral norte de São Paulo

Reginaldo Pupo, ESPECIAL PARA O ESTADO

22 Agosto 2016 | 15h26

ILHABELA - O vendaval que atingiu o litoral paulista no domingo, 21, e na madrugada desta segunda-feira, 22, deixou o arquipélago de Ilhabela isolado por 15 horas, por causa da paralisação do serviço de travessia de balsas para o continente. Com isso, milhares de turistas tiveram que retornar aos hotéis e pousadas ou aguardar nos veículos. 

A travessia foi interrompida por medida de segurança por volta das 12h de domingo e retornou apenas às 3h desta segunda. Os ventos atingiram 75km/h com rajadas de 90km/h e jogaram algumas embarcações contra a costeira e praias da região.

Além do vento e da chuva, uma forte ressaca atingiu o litoral norte e invadiu algumas ruas em Ilhabela, Caraguatatuba e alguns trechos da Rodovia Rio-Santos. Residências, ruas, comércios e um carro foram atingidas por quedas de árvores. Algumas ruas e avenidas foram alagadas pelas chuvas e pela água do mar em São Sebastião, Caraguatatuba e Ilhabela.

Um sobrado desabou sobre uma casa na Praia de Boiçucanga, em São Sebastião, após o desmoronamento de um barranco. As duas famílias conseguiram sair a tempo e ninguém se feriu. Outras duas famílias vizinhas também foram removidas do local por risco de novos deslizamentos. São Sebastião e Ilhabela ficaram por horas sem energia elétrica. Serviços de telefonia móvel, celular e internet foram comprometidos nas duas cidades.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.