Rajadas de vento e granizo causam destruição no interior de São Paulo

Em Agudos, vento derrubou reservatório e arrancou parte do telhado de uma escola infantil

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

15 Agosto 2016 | 19h57

SOROCABA - Rajadas de vento acompanhadas de granizo causaram destruição no fim da tarde desta segunda-feira, 15, em cidades do interior de São Paulo. Em Agudos, a força do vento derrubou um reservatório com capacidade para 50 mil litros de água sobre um carro e uma casa. O veículo e o imóvel ficaram destruídos, mas ninguém se feriu. 

A força do vento arrancou parte do telhado da Escola Infantil José Octaviani Filho. Os 300 alunos estavam em aula, mas não houve feridos. A cobertura de uma loja de materiais de construção, na rodovia Marechal Rondon, foi levada pelo vendaval.

Em Santa Gertrudes, a ventania com granizo destruiu o palco e a estrutura do recinto onde se apresentaria o cantor Mc Gui em comemoração ao aniversário da cidade. O show teve de ser cancelado e será realizado em outra data. 

Em Rio Claro, a velocidade do vento chegou a 82 km/h, segundo a Defesa Civil, e várias árvores caíram. A cidade de São Carlos foi atingida por muitos raios, mas a chuva esperada após quase dois meses de estiagem veio muito fraca. Em Itapetininga, o vento forte derrubou uma árvore sobre uma casa na Vila Rio Branco. No Jardim Fogaça, várias casas foram destelhadas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.