Rajadas de vento e granizo causam destruição no interior de São Paulo

Em Agudos, vento derrubou reservatório e arrancou parte do telhado de uma escola infantil

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2016 | 19h57

SOROCABA - Rajadas de vento acompanhadas de granizo causaram destruição no fim da tarde desta segunda-feira, 15, em cidades do interior de São Paulo. Em Agudos, a força do vento derrubou um reservatório com capacidade para 50 mil litros de água sobre um carro e uma casa. O veículo e o imóvel ficaram destruídos, mas ninguém se feriu. 

A força do vento arrancou parte do telhado da Escola Infantil José Octaviani Filho. Os 300 alunos estavam em aula, mas não houve feridos. A cobertura de uma loja de materiais de construção, na rodovia Marechal Rondon, foi levada pelo vendaval.

Em Santa Gertrudes, a ventania com granizo destruiu o palco e a estrutura do recinto onde se apresentaria o cantor Mc Gui em comemoração ao aniversário da cidade. O show teve de ser cancelado e será realizado em outra data. 

Em Rio Claro, a velocidade do vento chegou a 82 km/h, segundo a Defesa Civil, e várias árvores caíram. A cidade de São Carlos foi atingida por muitos raios, mas a chuva esperada após quase dois meses de estiagem veio muito fraca. Em Itapetininga, o vento forte derrubou uma árvore sobre uma casa na Vila Rio Branco. No Jardim Fogaça, várias casas foram destelhadas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.