André Lessa (19/10/2012)/Estadão
André Lessa (19/10/2012)/Estadão

Vendas crescem antes de aumento de Zona Azul para R$ 5

Aumento começa a vigorar nesta sexta-feira, 1. Vendedores relatam que comércio triplicou desde que alta na tarifa foi anunciada

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

31 Julho 2014 | 03h00

SÃO PAULO - Esta quinta-feira, 31, é o último dia para comprar as folhas de Zona Azul por R$ 3. A partir desta sexta, a permissão para estacionar em trechos monitorados pelo sistema custará R$ 5 por uma hora. Com o reajuste, o talão com dez folhas passa de R$ 28 para R$ 45.

Revendedores e ambulantes sentiram aumento nas vendas desde o anúncio do reajuste pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), no início da semana passada. “Triplicou o movimento”, afirmou o gerente da Loteria Alvorada, na Alameda Barão de Limeira. De um “pacote” semanal de 25 talões, o lojista passou a vender três, ou seja, 75 talões (750 folhas). “As pessoas vêm levando três ou quatro talões cada”, disse.

Proprietário de uma banca de jornal na Avenida Cásper Líbero, Paulo Sérgio Oliveira foi recebido pela reportagem com apenas três folhas no estoque. “Meus fornecedores sumiram”, lamentou. Ele disse que deverá se credenciar para ser revendedor oficial da CET em breve, mas que, por enquanto, adquire as folhas com outros comerciantes, que desapareceram com o aumento. “Eu tinha seis talões no início da semana e compraram tudo”, afirmou ele. 

Em uma casa lotérica na Rua Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, todos os talões haviam sido vendidos na semana passada. Um comerciante de uma banca de jornal credenciada disse que vendeu, só em um dia, o equivalente a três dias normais - 25 talões.

A elevação no preço da Zona Azul também atingiu o mercado informal. Um flanelinha que disse trabalhar há dez anos na região do Largo do Arouche, no centro, vendia a unidade por R$ 4 ontem. E pretende cobrar R$ 6 a partir de amanhã, com o reajuste. Estacionamentos particulares na região central custam em média R$ 10 pela primeira hora e R$ 12 por duas. A diária varia entre R$ 15 e R$ 35.

Mais conteúdo sobre:
Zona Azul São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.