Veja os cuidados necessários em caso de chuva forte

Clima na capital deve continuar abafado, o que resulta em grandes temporais como o de quinta, 21

Daniel Gonzales, José Dacauaziliquá e Lais Catassini, do Jornal da Tarde,

22 de fevereiro de 2008 | 08h07

O mau tempo em São Paulo deve continuar nos próximos dias. A previsão do tempo para a capital é semelhante ao que ocorreu na noite desta quinta-feira, 21: o clima deve continuar abafado, o que resulta em grandes temporais. Veja como se deve agir e os principais cuidados necessários em caso de chuva forte.   - Procure se informar da previsão do tempo antes de sair de casa. Em caso de chuva forte, pare em um local seguro, em uma posição mais alta.   - Evite atravessar vias inundadas, pois elas podem conter buracos ou obstáculos encobertos. Não tente dar a partida se o carro "morrer" dentro da água. O motor pode aspirar líquido e ser danificado.   - Se a água cobrir 3/4 da roda, já há o risco de o veículo boiar. Mesmo quando há uma lâmina fina de água, o veículo e seus ocupantes correm riscos: pode acontecer uma aquaplanagem, situação em que o motorista perde o controle da direção. O ideal é manter os pneus sempre bem calibrados.   Depois da enchente   Os preços da recuperação do carro variam entre as oficinas e conforme o estrago. Nos casos mais simples, deve-se trocar o forro embaixo do carpete. Quanto mais cedo for feito o serviço, mais fácil remover o mau cheiro.   Riscos para a saúde   Os alagamentos que prejudicam a capital podem trazer também problemas de saúde. De acordo com os especialistas, as doenças mais comuns são leptospirose, febre tifóide, hepatite viral do tipo A, além de diarréias   Essas doenças têm como primeiros sinais febre alta e dor no corpo, sintomas parecidos com os de resfriados e viroses.   Como são provocadas por meio da água e alimentos contaminados, principalmente nas inundações, é importante procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de casa, logo nos primeiros sinais do problema.   Panorama dos estragos de quinta-feira   ABC   Foi uma das regiões mais afetadas pelo temporal de quinta. A Avenida do Estado, uma das principais vias de ligação da região com a capital, foi interditada às 20h. Houve alagamento no km 13 da Via Anchieta. As pistas expressas, nos dois sentidos, foram fechadas do km 10 ao km 14. O Rio Tamanduateí, o Córrego dos Meninos e o Ribeirão dos Couros transbordaram.   Capital   Foram registrados, no total, 62 pontos de alagamento na cidade. As regiões Norte, Sul, Leste, Centro e Sudeste ficaram em estado de atenção. A Marginal do Pinheiros, próximo à Ponte do Socorro, ficou alagada das 19h30 às 21h30.   Trens   A circulação na Linha D da CPTM, que liga o ABC à Capital, foi interrompida às 18h30. Houve tumulto na Estação da Luz.   Metrô   Os trens da Linha 3 (Vermelha) operavam em velocidade reduzida no sentido Barra Funda, por volta das 19h, por causa de um problema na Estação Tatuapé. A situação foi normalizada às 19h35.   Aeroportos   Em Congonhas, as operações passaram a ser realizadas apenas por instrumentos a partir das 18h51. Por causa da chuva, parte do muro de arrimo do aeroporto caiu por volta de 20h. Em Cumbica, as operações com auxílio de instrumentos começaram às 20h.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvacuidados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.