Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Veja o que abre e o que fecha no feriado do Dia do Trabalhador

A Prefeitura informou o esquema de funcionamento das repartições municipais no feriado de 1º de maio, Dia do Trabalho, e na sexta-feira, 2, ponto facultativo na cidade. Já as repartições públicas do Estado de São Paulo terão o expediente suspenso no próximo dias 2. A medida não atinge serviços essenciais e de interesse público, que tenham o funcionamento ininterrupto, como o Metrô e os trens da CPTM.   De acordo com o decreto assinado pelo governador José Serra, os servidores públicos estaduais deverão compensar as horas não trabalhadas. Em razão disso, desde quinta-feira, 24, os funcionários vêm trabalhando uma hora a mais por dia. Os dirigentes de autarquias e fundações estaduais estão autorizados a adequar o decreto às entidades que dirigem.   Abastecimento - Na quinta-feira, 1º, os mercados municipais de Guaianases, Lapa, Paulistano (Central), Pinheiros, São Miguel e Vila Formosa não abrirão. O Central Leste, do Ipiranga, Penha e Tucuruvi funcionarão até as 13 horas. Os de Pirituba, Santo Amaro e Sapopemba ficarão abertos até as 14 horas. Na sexta-feira, 2, sábado, 3, e domingo, 4, todos funcionarão nos horários habituais. Todos os sacolões e feiras livres vão funcionar nos dias, locais e horários programados.   Assistência Social - No feriado e na sexta-feira vão funcionar os serviços dos Abrigos/Casas de Acolhida, Central de Atendimento Permanente e de Emergência (CAPE), Centros de Referência da Criança e do Adolescente (Crecas) e Albergues Municipais, que atendem 24 horas, ininterruptamente. Estarão fechados no dia 1º o Centro de Referência de Cidadania do Idoso (Creci), Loja-Escola - Roda da Cidadania, Agente Jovem, Núcleos Sócio-Educativos e Casas da Família - Centro de Referência Ação Família (Craf). Estes serviços vão funcionar no dia 2, com exceção da Loja-Escola - Roda da Cidadania.   Cultura - Estarão abertos, todos os dias o Centro Cultural São Paulo; Centro Cultural da Juventude; Bibliotecas Municipais, com exceção da Mário de Andrade e da Monteiro Lobato, que só reabrem no dia 3; Teatros Municipais, sendo que a bilheteria do Theatro Municipal funcionará das 14 às 17 horas; Monumento à Independência (Capela Imperial), Casa do Grito, Casa nº 1, Casa do Bandeirante, Casa do Sertanista, Capela do Morumbi, Sítio Morrinhos, Casa do Tatuapé e Sítio da Ressaca.   Não abrirão Escola de Bailado, Escola Municipal de Iniciação Artística, Escola Municipal de Música, Balé da Cidade, Orquestra Experimental de Repertório, Casas de Cultura, Solar da Marquesa de Santos e Museu do Theatro Municipal.   Educação - Os blocos esportivos e culturais dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) estarão abertos, mas os Telecentros dos escolões não funcionarão. As escolas permanecerão fechadas na sexta-feira, conforme o decreto que determinou o ponto facultativo.   Esportes - Os Clubes da Cidade não funcionarão no dia 1º, mas nos dias 2, 3 e 4 estarão abertos para atividades esportivas e de lazer.   Parques - Todos os parques estarão abertos e em funcionamento normal.   Saúde -  Todos os serviços oferecidos pelas Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) e pelos hospitais e prontos-socorros municipais funcionarão normalmente nos dias 1º e 2 de maio. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) voltarão a funcionar na segunda-feira.   Subprefeituras - As praças de atendimento não funcionarão.   Trabalho - Os Centros de Apoio ao Trabalho não prestarão serviços.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.