Várias pesquisas foram prejudicadas

O incêndio, ocorrido no dia 15 de maio de 2010, prejudicou vários projetos de pesquisa, além de causar perda irreparável do patrimônio histórico e científico das coleções, que estavam entre as mais importantes do mundo.

O Estado de S.Paulo

15 Maio 2013 | 02h04

O biólogo Henrique Braz, por exemplo, teve de recorrer a 22 coleções e viajar para vários Estados - portanto, com um gasto muito maior - para fazer sua pesquisa de doutorado sobre reprodução de cobras d'água, por causa do que foi perdido na coleção do próprio Instituto Butantã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.