Vândalos atingem carro de reportagem do 'Estado'

Veículo foi atacado no momento em que os profissionais saíam da sede, no bairro do Limão

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

08 de dezembro de 2009 | 04h28

Um veículo Gol pertencente ao jornal O Estado de S. Paulo foi alvo de vândalos, por volta da 0h15 desta terça-feira, 8, próximo à sede do jornal, no bairro do Limão, zona norte da capital paulista, no momento em que dois motoristas e um repórter do Jornal da Tarde eram levados para casa.

 

O ataque ocorreu na Rua Samaritá, em frente a um Conjunto Habitacional Prover Samaritá. Um pedaço de tábua foi lançada contra o veículo, que estava em movimento, estourando o vidro do passageiro da frente. Com o impacto, o vidro quebrou, mas o repórter Josmar Jozino, do Jornal da Tarde, não se feriu. Os demais ocupantes do carro também saíram ilesos.

 

"Como estava chovendo, deixei o vidro fechado. Era para esse pedaço de madeira me atingir direto na cabeça. O rapaz que jogou a madeira usava um boné. Ele e as demais pessoas do grupo que estava em frente ao conjunto correram para o interior de um dos prédios", relatou Josmar. Não se sabe ainda se foi uma tentativa de assalto ou simplesmente um ato gratuito de vandalismo.

 

A Polícia Militar foi acionada via 190 e, após ouvir o relato do repórter, o atendente do Centro de Operações da PM orientou as vítimas a irem até a delegacia da Vila Santa Maria (40º DP) e registrar boletim de ocorrência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.