Van escolar atropela e mata criança de um ano no interior de SP

Motorista deu ré no veículo sem perceber que o bebê, que havia corrido atrás da mãe, estava atrás do automóvel

Ricardo Brandt - O Estado de S. Paulo,

28 Novembro 2012 | 17h23

CAMPINAS - Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu atropelada por uma perua do transporte escolar, na manhã desta quarta-feira, 28, em Campinas, no interior de São Paulo. A motorista da van, que buscava crianças em uma rua estreita e sem saída do Parque São Quirino, não viu o bebê ao dar ré no veículo.

A criança, Gabriel Santos, saiu correndo de casa atrás da mãe, que ia para o trabalho, quando foi atingido pelo veículo em manobra e morreu no local, segundo a Polícia Militar. O acidente aconteceu às 6h30.

As crianças que estavam na perua escolar foram transferidas para outro veículo. A motorista da van, que não teve o nome divulgado, ficou em estado de choque e tentou pular em um córrego, próximo do local do acidente. Depois de contida por guardas municipais e moradores, ela foi levada e internada no pronto-socorro São José. No fim da tarde, teve alta.

A motorista pode ser indiciada por homicídio culposo (sem intenção de matar). Os pais do menino foram levados para prestar depoimento no 4º Distrito Policial (DP), onde a ocorrência foi registrada. Abalados, nenhum dos dois quis dar entrevistas. O veículo foi apreendido.

Mais conteúdo sobre:
vanatropelamentocampinasbebe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.